Folha Oeste




Jor. Zé Roberto faz comentário sobre “Vaza Jato”, Jor. Glenn Greenwald; INTERCEPT BRASIL

14/06/2019



Folha Oeste:: Boa noite a todos os amigos e amigas leitores do jornal

Folha Oeste:. Eu jornalista Zé Roberto vamos fazer um comentário Sobre “Vaza Jato”, Jor. Glenn Greenwald; INTERCEPT BRASIL Jor. Zé Roberto: O diálogos entre o então juiz Sergio Moro, hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, e o procurador Deltan Dallagnol revelados no domingo (9) pelo site “The Intercept” provocou uma batalha no Twitter, mas o confronto entre as hashtags #vazajato e #euapoioalavajato durou pouco. A #vazajato acompanhou a evolução do debate provocado pela divulgação da troca de mensagens e, às 23h de domingo. Jor. Zé Roberto: Justificou o pico de 8,2 mil postagens, perdeu fôlego durante a madrugada e foi superada pela hashtag #euapoioalavajato – em defesa da operação conjunta do Ministério Público e Polícia Federal – na manhã de segunda-feira (10), informa a Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP) que analisou a mobilização nas redes sociais desde às 18h de domingo, 9 de junho, até às 12h da segunda-feira, 10 de junho. Jor. Zé Roberto: Um vazamento de mensagens entre o ministro Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, feito pelo site The Intercept, provaria que o ex-juiz federal e o procurador do Ministério Público Federal colaboraram entre si quando faziam parte da força-tarefa da Operação Lava Jato. A obsessão por tirar o ex-presidente Lula da corrida eleitoral, as parcialidades dos responsáveis por conduzirem a maior operação da Polícia Federal da história e as interferências nos trâmites das provas colocam em xeque a confiabilidade das condenações. As mensagens datariam entre 2015 e 2017. Jor. Zé Roberto: Sem provas para o triplex do Guarujá. Apenas quatro dias antes de denunciar o ex-presidente Lula ao MPF, o procurador Deltan Dallagnol não tinha confiança nas provas a serem apresentadas. A associação de Lula à Odebrecht e à Lava Jato, que foi provada por Dallagnol a partir de uma antiga reportagem do jornal O Globo, conseguiria colocar o ex-presidente para ser julgado por Moro – que atuava no TRF4, em Curitiba, pela força-tarefa da operação. Jor. Zé Roberto: Cerceamento à entrevista de Lula e articulação contra o PT. Além de Dallagnol e Moro, a reportagem também teria recebido trocas de mensagens entre procuradores da Lava Jato para barrar deliberadamente a entrevista de Lula no período eleitoral – com temor de favorecer a campanha de Fernando Haddad. Jor. Zé Roberto: Em uma delas, uma mulher identificada como ‘Carol PGR’ diz para Dallagnol: “Ando muito preocupada com uma possível volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve”, escreveu no grupo do Telegram “Carol PGR”. Para tal, Dallagnol respondeu: “Reza sim”. Jor. Zé Roberto: Conversas obtidas pelo portal The Intercept mostram que havia trocas de mensagens secretas entre o ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, e o procurador da República Deltan Dallagnol. Nas comunicações, Moro aparece dando orientações sobre procedimentos da Operação Lava Jato, da qual era juiz e Dallagnol é coordenador. Esse tipo de comunicação é considerada ilegal pela Constituição Brasileira. Jor. Zé Roberto: O artigo 129 da Constituição determina que o Ministério Público é o único a ter a prerrogativa de conduzir uma ação penal pública: Art. 129. São funções institucionais do Ministério Público: I – promover, privativamente, a ação penal pública, na forma da lei. Jor. Zé Roberto: Há também o artigo 95 da Carta Magna que proíbe juízes de terem “atividade político-partidária”. Já o Código de Processo Penal, em seu artigo 254, determina que “o juiz dar-se-á por suspeito” em algumas situações que se assemelham ao que está no conteúdo das conversas de Moro com Dallagnol –pois o procurador era uma das partes (a que fazia a acusação) no processo da Lava Jato Jor. Zé Roberto: Em 1 grupo, procuradores da Lava Jato reagem à notícia da soltura do diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar, que acompanhava o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em viagens. Dallagnol abre uma conversa privada com Moro e questiona: “Caro, STF soltou Alexandrino. Estamos com outra denúncia a ponto de sair, e pediremos prisão com base em fundamentos adicionais na cota. […] Seria possível apreciar hoje?”. Moro responde: “Não creio que conseguiria ver hj. Mas pensem bem se é uma boa ideia”. O juiz acrescenta: “Teriam que ser fatos graves”. Então, no grupo, o Dallagnol diz que falou “com o russo [que seria o apelido de Moro]” e os procuradores passam a debater estratégias para reverter a soltura –o que nunca aconteceu. Jor. Zé Roberto: A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para dia 25 o julgamento de um pedido de liberdade do ex-presidente Lula que aponta a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro. O pedido é um habeas corpus em que a defesa do ex-presidente questiona a atuação de Moro durante o processo no qual o ex-presidente foi condenado.O pedido foi apresentado pela defesa de Lula no ano passado, quando o então juiz aceitou o convite de Jair Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça. Finalizou Jor. Zé Roberto.

Jor. Zé Roberto faz comentár...

Folha Oeste: Boa noite a todos os amigos e amigas leitores do jornal Folha Oeste. Eu jornalista Zé Roberto vamos fazer...

14/06/2019 - colunas

Jor. Zé Roberto faz comentár...

Folha Oeste: Boa noite a todos os amigos e amigas leitores do jornal Folha Oeste. Eu jornalista Zé Roberto vamos fazer...

26/04/2019 - colunas

O que é ter paz......

Havia um rei que ofereceu um grande prêmio ao artista que fosse capaz de captar numa pintura a paz perfeita. Foram muit...

05/09/2018 - colunas

O fogo que consome o Brasil...

Para muita gente, a noite de domingo é incômoda por si, pois antecipa uma nova segunda-feira, e, com ela, uma nova sem...

04/09/2018 - colunas

A POLIVALÊNCIA DO CORRETOR DE...

O número de profissionais da corretagem cresce de maneira exponencial e a classe possui amplo campo para atuação, po...

24/08/2018 - colunas

Parecer Técnico de Avaliaçã...

Imprescindível! Essa é a melhor forma de definir a influência do Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica na ne...

19/03/2018 - colunas

Parabéns Osasco!...

A cidade que vem crescendo de maneira exponencial nesses 56 anos, o município é reverenciado por possuir o Osasco Plaz...

19/02/2018 - colunas

Protesto com classe!...

Caro leitor... nunca uma pergunta foi tão pertinente como a mais citada até aqui (guardadas suas devidas proporções...

16/02/2018 - colunas

Coluna Imóveis...

Tratando-se de avaliação extrajudicial, mais conhecida como avaliação particular para pessoa física ou pessoa jurí...

16/02/2018 - colunas

A POLIVALÊNCIA DO CORRETOR DE...

A considerável redução da quantidade de Corretores de Imóveis nos plantões de lançamentos, aguardando clientes par...

30/10/2017 - colunas

Trabalho Infantil: Triste real...

O trabalho infantil é considerado inadequado à crianças e adolescentes, abaixo da idade mínima permitida por lei par...

22/05/2017 - colunas

PAIS, FILHOS E A ALIENAÇÃO P...

Tema comum nos dias atuais a Alienação Parental surgiu com o psicólogo Richard Gardner, em 1985, quando desempenhava ...

22/05/2017 - colunas

Amor às crianças, um legado ...

Nesta semana de campanha contra o abuso infantil, fico imaginando a seguinte situação: Como podemos desejar ser crian...

19/05/2017 - colunas

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com