Folha Oeste




Ventos de esperança que saem dos Andes: a derrota da direita chilena

24/05/2021

Além da derrota na Constituinte, a direita também perdeu nas eleições para prefeitos em municípios como Santiago. “El derecho de vivir en paz” (Victor Jara) Vendido aos quatro ventos como exemplo do triunfo neoliberal na América Latina, o Chile mostra de forma escancarada que o verniz de pujante economia com alto nível de renda per capita começa a se desfazer. O modelo de estado subsidiário, engendrado ainda nas décadas de 1970 e 1980 pela ditadura atroz de Pinochet, que há muito já evidenciava sinais de fracasso, ruiu de vez. A alta concentração de renda e o elevado custo de vida, sobretudo nas grandes cidades, evidenciaram para os chilenos que este modelo em que se protagoniza o capital em detrimento de serviços públicos básicos à população somente favorece a uma pequena elite daquele país. ::Artigo | Chile: o berço do neoliberalismo pode enterrá-lo, por Gilberto Maringoni :: Em que pese ter sido governado durante toda a década de 1990 e boa parte dos anos 2000 por uma frente de partidos políticos de centro-esquerda, as principais heranças neoliberais do “legado Pinochet” se mantiveram na redemocratização e, até mesmo a Constituição, imposta em 1980, figura como um dos símbolos perenes daquele regime. Assim, a ausência de participação popular nas decisões estatais somada à falta de condições dignas de vida para a população, como para os trabalhadores, dada a quase ausência de leis trabalhistas, ou para estudantes de baixa renda, sem a perspectiva de um ensino público superior gratuito, ou mesmo para boa parte dos idosos, que recebem aposentadorias geridas por fundos privados inferiores a um salário mínimo, culminou no chamado “estallido social”, em 2019. :: Em eleições no Chile, independentes e esquerda são maioria; direita sai enfraquecida :: O estallido, traduzido como estalo ou surto, não foi do acaso, mas fruto de uma série de movimentações de massa que o Chile vinha vivenciando desde anos anteriores, como as revoltas estudantis entre 2011 e 2012. Como todo grande movimento de massas, é possível ver uma enorme diversificação de bandeiras levantadas nos inúmeros protestos que sacudiram o país depois de 18 de outubro de 2019. Todas elas, no entanto, caminham no sentido da necessidade de mudanças estruturais no estado e na economia chilena. A Constituinte foi uma forma de canalizar todas estas lutas populares em torno de um objetivo comum e já nasceu com um projeto que garantia a paridade de gênero entre os eleitos e eleitas e uma reserva obrigatória de vagas para os povos originários. Assim, não é à toa que a direita, tentando se segurar nos privilégios herdados pelo regime ditatorial, foi a grande derrotada de todo esse processo de criação da nova Constituição. Já no ano passado, a confluência de partidos reacionários que sustentavam a base do atual Presidente, Sebastián Piñera, pugnou pelo “Rechazo” no plebiscito pela criação da Assembleia Constituinte, perdendo de forma vexatória para o “Apruebo”. :: Cota indígena e paridade entre homens e mulheres: como foram as eleições no Chile :: Agora, na disputa pela composição desta Assembleia, ficou com menos de um terço das 155 vagas, perdendo a possibilidade de vetar as propostas apresentadas durante o processo de criação da Constituição. Além da derrota na Constituinte, a direita também perdeu nas eleições para Prefeitos em importantes Comunas (semelhantes aos municípios no Brasil), como a de Santiago, que foi vencida por uma jovem candidata feminista militante do Partido Comunista Chileno, Irací Hassler. Os primeiros passos para a derrocada do neoliberalismo naquele que já foi falsamente vendido como “modelo” para os demais países latino-americanos foram dados, algo que há alguns anos parecia impossível, inclusive com a esquerda na Presidência. Agora, resta aos integrantes dos blocos de esquerda e aos independentes eleitos unirem forças para conseguir enterrar de vez o modelo socioeconômico gerido no regime militar. Que os ventos desta nova era chilena tragam forças para os partidos e movimentos populares que resistem aos avanços neoliberais autoritários do atual governo brasileiro! Fonte: Brasil de Fato

Oposição da Nicarágua indic...

Grupos de direitos humanos acusam o presidente Daniel Ortega de reprimir oponentes em potencial antes da votação de no...

29/07/2021 - destaque

PF faz operação após BBC re...

A operação, batizada de AMAZONIA.COM, mirou pessoas que, por meio de anúncios no Facebook, tentavam vender lotes que ...

29/07/2021 - destaque

Pequim diz que EUA tratam Chin...

Em reunião entre diplomatas, o vice-ministro das Relações Exteriores da China, Xie Feng, afirmou que governo norte-am...

26/07/2021 - destaque

Oposição do Peru vai liderar...

Na véspera da posse de Pedro Castillo, ele e seu partido Peru Livre sofrem um golpe político. Uma aliança liderada p...

26/07/2021 - destaque

Autoridades colombianas dizem ...

As autoridades dizem que prenderam 10 ex-rebeldes colombianos das FARC baseados na Venezuela, responsáveis ​​por do...

22/07/2021 - destaque

EUA impõem sanções a oficia...

Medida marca os primeiros passos concretos do governo Biden para pressionar o governo cubano. Os Estados Unidos impuser...

22/07/2021 - destaque

Keiko Fujimori admite derrota ...

A autoridade eleitoral do Peru informou nesta segunda-feira que anunciará o vencedor da eleição nesta semana. A cand...

19/07/2021 - destaque

Primeiro-ministro do Haiti, Cl...

Ariel Henry, que havia sido nomeado pelo presidente Jovenel Moïse dois dias antes do assassinato, assumirá a lideranç...

19/07/2021 - destaque

Biden recebe Merkel na Casa Br...

Os dois países são aliados essenciais da OTAN, mas se chocam a respeito de temas polêmicos, como o duto Nord Stream 2...

15/07/2021 - destaque

Alguns acusados ​​de assas...

O Pentágono disse que alguns dos ex-soldados colombianos acusados ​​do assassinato do presidente do Haiti, Jovenel ...

15/07/2021 - destaque

Ex-informante da agência de d...

WASHINGTON, 12 de julho (Reuters) - Um dos haitianos americanos presos sob suspeita de participar do assassinato do pres...

12/07/2021 - destaque

Cuba vive maiores protestos co...

Milhares de pessoas foram às ruas protestar contra o Governo cubano, impulsionadas pela grave crise sanitária, econôm...

12/07/2021 - destaque

Polícia do Haiti mata quatro ...

Governo anuncia a detenção de outros dois “mercenários” e a liberação de três policiais que haviam sido tomado...

08/07/2021 - destaque

Tiroteios entre gangues e pol...

CARACAS, 8 de julho (Reuters) - As autoridades venezuelanas fecharam estradas no noroeste de Caracas na quinta-feira dev...

08/07/2021 - destaque

Governo do Peru rejeita apelo ...

LIMA, 3 de julho (Reuters) - O governo do Peru rejeitou na noite de sexta-feira um pedido da candidata presidencial Keik...

05/07/2021 - destaque

Venezuela prende um grupo de a...

ONG Fundaredes denunciou a presença de grupos guerrilheiros colombianos que operam com liberdade nas zonas fronteiriça...

05/07/2021 - destaque

Bukele, de El Salvador, quer a...

SAN SALVADOR, 1 de julho (Reuters) - O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, solicitou na quinta-feira um aumento do ...

01/07/2021 - destaque

Em exibição de poder pelo ce...

“O tempo em que o povo chinês podia ser pisoteado, em que sofria e era oprimido terminou para sempre”, afirmou o pr...

01/07/2021 - destaque

Irã tem drones com alcance de...

Comandante da Guarda revolucionária informou sobre equipamentos, capaz de voar sobre aliados dos EUA como a Arábia Sau...

28/06/2021 - destaque

Pouco a comemorar na América ...

No Dia do Orgulho Gay, entidades lembram que entre 2014 e 2020 pelo menos 3.514 pessoas LGBTQIA+ foram assassinadas na r...

28/06/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com