Folha Oeste
testPrimeiro-ministro do Haiti, Claude Joseph, deixará o cargo e passará o poder a um novo Governo




Primeiro-ministro do Haiti, Claude Joseph, deixará o cargo e passará o poder a um novo Governo

19/07/2021
Compartilhar

Ariel Henry, que havia sido nomeado pelo presidente Jovenel Moïse dois dias antes do assassinato, assumirá a liderança do país. O primeiro-ministro Claude Joseph, que dirige o Haiti desde o assassinato do presidente Jovenel Moïse em 7 de julho, renunciará nesta terça-feira e entregará o poder a Ariel Henry, segundo o ministro de Assuntos Eleitorais, Mathias Pierre. Henry tinha sido nomeado primeiro-ministro dois dias antes da morte de Moïse, mas não chegou a tomar posse do cargo. Joseph reassumirá o cargo de ministro das Relações Exteriores e se espera que nesta terça seja anunciado um novo Governo no país. Em abril, o presidente Jovenel Moïse havia nomeado Joseph, até então Ministro das Relações Exteriores, como o homem-chave em seu Gabinete, com o objetivo de conter a onda de sequestros e crimes urbanos. No entanto, o assassinato agravou a situação de incerteza no país. Embora Henry tenha sido oficialmente nomeado, Joseph continuava no cargo como interino. A Constituição estabelece que, em caso de morte do presidente, o Conselho de Ministros, chefiado pelo primeiro-ministro, exerce o poder executivo até a eleição de um novo governante. As eleições presidenciais e legislativas estão convocadas para 26 de setembro. Com o anúncio desta segunda-feira, Henry ficará no poder até que as eleições sejam realizadas. Representantes das Nações Unidas e da Organização dos Estados Americanos (OEA) instaram neste fim de semana Ariel Henry a formar um novo Governo. Em um comunicado, expressaram o desejo de que “todos os atores políticos, econômicos e da sociedade civil do país apoiem plenamente as autoridades” na organização de “eleições livres, justas, transparentes e confiáveis o mais rápido possível” e no restabelecimento da segurança. Henry foi nomeado primeiro-ministro em 5 de julho, mas não chegou a assumir cargo. Após a morte de Moïse, estavam na disputa pelo poder o seu nome, o de Claude Joseph e o de Joseph Lambert, presidente do Senado. Joseph recebeu no sábado Martine Moïse, a viúva do presidente Jovenel Moïse, em seu retorno ao Haiti para o funeral do presidente. A primeira-dama ficou ferida durante o assassinato do marido e estava se recuperando em um hospital da Flórida. Enquanto se coordenam os preparativos para o funeral em 23 de julho, avançam as investigações das autoridades judiciais. Até o momento, 24 ex-militares colombianos foram identificados como autores materiais, dos quais 18 foram capturados pelas autoridades caribenhas, três foram mortos em operações policiais e outros três estão foragidos. As investigações indicam também a participação de membros da empresa CTU Security, dirigida pelo venezuelano Antonio Intriago, que teria recrutado os pistoleiros, e o envolvimento da empresa Worldwide Capital, do equatoriano Walter Veintemilla, na compra dos bilhetes aéreos. Pelo menos dois ex-militares se encontraram com o médico Emmanuel Sanon, detido como suposto instigador do magnicídio, e com o ex-funcionário do Ministério da Justiça do Haiti Jospeh Badio, que deu a ordem aos ex-militares colombianos para assassinar o presidente Jovenel Moïse, de acordo com diretor da polícia colombiana, Jorge Luis Vargas. “Em uma reunião com Badio e outra pessoa chamada Askard, os ex-militares colombianos Duberney Capador (morto) e Germán Rivera foram informados de que supostamente iriam prender o presidente”, disse ele. Enquanto os detalhes do crime aparecem a conta-gotas, as autoridades consulares colombianas esperam viajar para a ilha para conhecer a situação judicial dos ex-militares envolvidos e repatriar os corpos dos três abatidos. Fonte: El País

Chefe do Estado Islâmico no G...

Adnan Abou Walid al Sahraoui foi responsável por ataques mortais contra civis e forças de segurança no Níger, Mali e...

16/09/2021 - destaque

China acusa EUA, Reino Unido e...

Pequim adverte que o acordo, que visa a conter o crescente poderio militar chinês na região do Indo-Pacífico, prejudi...

16/09/2021 - destaque

Defensores ambientais mortos e...

Três quartos dos assassinatos de 2020 ocorreram na América Latina, diz o relatório da Global Witness, com a Colômbia...

13/09/2021 - destaque

Colômbia volta ser o país ma...

Sessenta e cinco dos 227 assassinatos de ambientalistas registrados em todo o mundo em 2020 ocorreram no país andino, d...

13/09/2021 - destaque

Cúpula do BRICS: Afeganistão...

pandemia COVID-19, a segurança e o Afeganistão provavelmente dominarão as conversas na cúpula virtual do BRICS dest...

09/09/2021 - destaque

Aeroporto de Cabul tem primeir...

Voo com cerca de 200 estrangeiros partiu do aeroporto Hamid Karzai, em Cabul, nesta quinta-feira (9); decolagem foi poss...

09/09/2021 - destaque

Seis palestinos escapam da pri...

A polícia israelense lança uma busca depois que seis palestinos conseguiram escapar da prisão de Gilboa durante a noi...

06/09/2021 - destaque

Talibã proclama vitória em P...

É a primeira vez que o vale sucumbe ao controle de uma milícia alheia à região. Os talibãs anunciaram nesta segund...

06/09/2021 - destaque

Oposição venezuelana anuncia...

Os partidos que se opõem a Nicolás Maduro abandonam o boicote eleitoral e reavivam a plataforma que, em 2015, obteve a...

02/09/2021 - destaque

OPEP + deve manter alta de pro...

Os mercados de petróleo vacilaram no início deste mês, com o ressurgimento da pandemia ameaçando a demanda na China ...

30/08/2021 - destaque

Estados Unidos anunciam fim da...

De acordo com o Pentágono, mais de 123 mil pessoas foram resgatadas durante o processo. Os Estados Unidos anunciaram, n...

30/08/2021 - destaque

Crise no Afeganistão: o que ...

O Isis-K, sigla em inglês para Estado Islâmico da Província de Khorasan, é um braço regional do Estado Islâmico (c...

26/08/2021 - destaque

Dezenas de civis, pelo menos 1...

26 de agosto (Reuters) - O Estado Islâmico atingiu os portões lotados do aeroporto de Cabul em um ataque suicida na qu...

26/08/2021 - destaque

Riqueza mineral do Afeganistã...

Ao tomar o poder político no Afeganistão após a partida dos EUA, o grupo radical islâmico Talebã passou a deter tam...

23/08/2021 - destaque

Talibã não estenderá prazo ...

Segundo fontes ouvidas pela agência Reuters, no entanto, nenhum governo ou autoridade ocidental abordou o grupo islâmi...

23/08/2021 - destaque

Terremoto no Haiti: "Estamos a...

O Haiti vive dias desoladores. Depois que um terremoto atingiu a ilha caribenha no último sábado (14/08) — deixando ...

19/08/2021 - destaque

Milhares de afegãos protestam...

Sequência das manifestações em diferentes cidades do Afeganistão registra várias mortes, apesar de algumas concess...

19/08/2021 - destaque

Julho foi o mês mais quente j...

O alerta da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional ocorre no momento em que a ONU soa o alarme sobre a mudan...

16/08/2021 - destaque

Milhares de afegãos tentam fu...

Desespero com a volta dos talibãs ao poder causa tumulto em aeroporto. Pelo menos cinco pessoas morreram tentando pegar...

16/08/2021 - destaque

Talibã pode tomar capital do ...

Cabul pode ser isolada em 30 dias e dominada em 90 dias, segundo um oficial de defesa dos Estados Unidos. Os combatente...

12/08/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com