Folha Oeste




Contra privatização, Correios decretam greve em todo o país

11/09/2019

Os funcionários dos Correios decretaram greve sem tempo definido em todo o país. A categoria reivindica, principalmente, a privatização da estatal e a redução de salários e benefícios. A decisão de parar surgiu após a estatal rejeitar mediação feita pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) com funcionários. Segundo nota divulgada no site da Federação Interestadual dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Findect), "a decisão foi uma exigência para defender os direitos conquistados em anos de lutas, os salários, os empregos, a estatal pública e o sustento da família". Os trabalhadores exigem que o reajuste salarial de 0,8% seja reconsiderado, assim como a remoção de pais e mães do plano de saúde como dependentes, melhores condições de trabalho e outros benefícios. Segundo Amanda Corcino, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos de Brasília (SINTECT), a empresa quer retirar também vales alimentação e refeição. A categoria é contra a privatização da estatal, que foi incluída no plano de privatizações do governo no mês passado. De acordo com Amanda, a medida afeta os trabalhadores e a população, pois, cidades mais isoladas não vão ter acesso ao serviço postal por não gerarem receita. “Hoje, 324 cidades dão lucro para os Correios, que mantém o serviço em todo o país, mais de 5 mil municípios. É direito da população, está na Constituição. Se não houver o monopólio, as empresas privadas não vão agir da mesma forma.” Em nota divulgada no site dos Correios, o presidente da instituição, Floriano Peixoto Vieira, anunciou que a estatal detém de prejuízo acumulado de quase R$ 3 milhões, resultado da crise econômica do país, da diminuição do envio de cartas, “de gestões temerárias e da corrupção (Postalis)”. Segundo a nota, o Acordo Coletivo 2019/2020, que trata os interesses da estatal e dos funcionários, foi negociado “a princípio, diretamente com os representantes dos trabalhadores e, posteriormente, contando com a mediação do TST.” Segundo o documento, é necessário que sejam realizadas ações emergenciais para saldar o débito acumulado pela empresa e gerar fluxo de caixa. “As propostas de acordo apresentadas pela empresa se fundamentam em estudos elaborados com base no cenário atual, ou seja, considerando as possibilidades financeiras e os altos custos operacionais para manter sua competitividade”, explica o presidente. “É preciso que todos ajam com responsabilidade e engajem seus esforços para que os Correios recuperem as suas finanças e preservem seus valores. Não podemos parar agora.” Presente em 5.570 municípios brasileiros, os Correios possuem o monopólio dos serviços postais de correspondência desde sua fundação, em 1969. Sem utilização de recursos do Tesouro Nacional, a estatal se mantém por meio de renda gerada por atividades próprias e pela oferta de serviços de logística integrada e de correspondente financeiro. São entregues pela empresa mais de 1 milhão de encomendas em todo o país, diariamente.

Em desaceleração, assassinat...

Esta é a primeira queda no número de mortes registrada em dois dias. Nesta segunda-feira (24), o motim de policiais mi...

24/02/2020 - brasil

Moro diz que se “confundiu...

Moro diz que se “confundiu” ao pedir investigação de Lula em lei da ditadura. Ex-juiz da Lava Jato e atual ministr...

24/02/2020 - brasil

Na quinta-feira 23, o ministro...

Na quinta-feira 23, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, qu...

24/01/2020 - brasil

Bolsonaro confronta Paulo Gued...

É a segunda vez em uma semana que o presidente bate de frente com seus superministros Depois de criar um clima com Sér...

24/01/2020 - brasil

Marcha no Iraque pede saída d...

Presença americana no país passou a ser mais contestada após ataque que matou general iraniano em Bagdá. Milhares de...

24/01/2020 - brasil

Movimentos pressionam para man...

Parte da estratégia que elegeu Jair Bolsonaro (sem partido) presidente da República em 2018, movimentos de rua alinhad...

24/01/2020 - brasil

Petrobras reduzira preço da g...

Para Sérgio Araújo, a estatal acabou com qualquer oportunidade de importação por terceiros.A Petrobras reduziu os pr...

24/01/2020 - brasil

Brasileiro fugitivo de presíd...

Um brasileiro fugitivo do presídio de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha à sul-mato-grossense Ponta Porã,...

20/01/2020 - brasil

Flamengo vence Al Hilal e est...

Rubro-Negro venceu o time saudita por 3 a 1 de virada e espera o jogo entre Liverpool e Monterrey para saber o adversár...

17/12/2019 - brasil

Caminhoneiros confirmam iníci...

"Nós temos um governo que só fez nos enganar. Muitas mentiras, promessas antes da campanha. E o que foi que ele fez pa...

09/12/2019 - brasil

Etanol sobe em 16 Estados e Di...

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 16 Estados e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com leva...

02/12/2019 - brasil

Com 8 votos a 2, STF tem maior...

Maioria dos ministros foi favorável a compartilhamento sem aval judicial entre Receita e MP de informações detalhadas...

28/11/2019 - brasil

Extrema pobreza 13,5 milhões ...

Grupo, que sobrevive com 145 reais mensais, vem crescendo desde 2015. Número de miseráveis no país é maior que a pop...

07/11/2019 - brasil

Bebianno entrega Bolsonaro à ...

O ex-ministro Gustavo Bebianno afirmou que o então presidenciável Jair Bolsonaro chancelou em 2018 um acordo para repa...

04/11/2019 - brasil

Carlos Bolsonaro divulga áudi...

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) publicou, na tarde desta quarta-feira (30/10), um segundo vídeo com registros de l...

30/10/2019 - brasil

Nome de Bolsonaro aparece em i...

O nome do presidente Jair Bolsonaro surgiu nas investigações sobre a morte de Marielle Franco. De acordo com o Jornal ...

30/10/2019 - brasil

Queiroz continua na ativa: "Te...

Áudio de Querioz numa mensagem de WhatsApp em junho deste ano comprova: o caixa do clã Bolsonaro continua na ativa. El...

24/10/2019 - brasil

Eduardo Bolsonaro é o novo l...

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, é o novo líder do partido na Câmara. O nom...

21/10/2019 - brasil

Lula oficializa rejeição à...

O ex-presidente Lula oficializou nesta sexta-feira (18) a rejeição à progressão para o regime semiaberto, pedida pel...

18/10/2019 - brasil

CNJ diz que decisão do STF so...

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) rebateu dados extraídos do Banco Nacional de Prisões, mantido pelo órgão, e af...

16/10/2019 - brasil

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com