Folha Oeste




Coreia do Norte lança dois mísseis balísticos da sua costa leste

25/03/2021

É a segunda vez em uma semana que o regime de Kim Jong-un testa armas, enquanto os EUA concluem a revisão da sua política para Pyongyang. A Coreia do Norte disparou nesta quinta-feira dois mísseis balísticos da sua costa leste em direção ao mar, os primeiros desde o início do mandato de Joe Biden como presidente dos Estados Unidos, segundo os governos do Japão e Coreia do Sul. O Conselho de Segurança sul-coreano fez uma sessão de emergência para analisar os dados do lançamento, sobre o qual manifestou sua “grave preocupação”. Os testes ocorreram às 7h06 e 7h25 (hora local; 19h06 e 19h25 de quarta-feira em Brasília), segundo os militares sul-coreanos. Eles informaram que os mísseis, disparados da província de Hamgyong do Sul, alcançaram uma altura de 60 quilômetros e percorreram aproximadamente 450 quilômetros, sem que tenham caído em suas águas territoriais. O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse por sua vez: “Examinamos toda a informação disponível e tratamos de confirmar a segurança marítima e aérea do nosso território”. Foi o segundo teste norte-coreano revelado nos últimos dois dias. Na quarta-feira, a Coreia do Sul e os Estados Unidos confirmaram que, no último fim de semana, o regime de Kim Jong-Un havia disparado dois mísseis de cruzeiro na costa oeste do país, na direção do mar. Pyongyang não confirmou esses disparos, cuja importância Washington e Seul minimizaram, numa aparente tentativa de manter abertas as vias de comunicação com a Coreia do Norte. As resoluções do Conselho de Segurança da ONU contra o programa nuclear da Coreia do Norte proíbem os testes de mísseis balísticos, desenhados em principio para transportar ogivas atômicas. Não impedem, porém, os ensaios com mísseis de cruzeiro, menos potentes e mais lentos. As atividades militares norte-coreanas ocorrem depois que, na última semana, Pyongyang inflamou a retórica contra seu vizinho do Sul e os Estados Unidos, que neste mês realizam manobras militares virtuais conjuntas. Kim Yo-jong, irmã e braço-direito de Kim Jong-un, havia advertido que, se Washington tomasse atitudes que o Norte interpretasse como hostis, correria o risco de “perder o sono nos próximos quatro anos”―tempo aproximado que resta do mandato de Biden. Os testes desta quinta-feira são os primeiros com mísseis balísticos norte-coreanos desde março do ano passado. Desde sua posse, o governo Biden promove uma profunda revisão de sua política para a Coreia do Norte, que está prestes a ser concluída. Na semana que vem, os assessores de Segurança Nacional do Japão e Coreia do Sul se dirigirão a Washington para coordenar suas posições, depois que os secretários norte-americanos de Defesa, Lloyd Austin, e de Estado, Antony Blinken, completaram na semana passada uma viagem por Tóquio e Seul, a primeira ida ao exterior em seu mandato. Em nota, o Comando do Pacífico norte-americano considerou que o lançamento reforça “a ameaça” representada pelo programa armamentista norte-coreano. Durante o mandato de Donald Trump, Kim Jong-un se reuniu em três ocasiões com o presidente norte-americano para discutir a desnuclearização da península coreana. O primeiro encontro da história entre um líder norte-coreano e um chefe de Estado dos EUA aconteceu em 2018 em Singapura, após uma intensa série de testes nucleares e de mísseis por parte do Norte no ano anterior, e terminou com uma vaga declaração de intenções. O segundo, marcado para Hanói em fevereiro de 2019, acabou num retumbante fracasso, que não chegou a ser emendado pela terceira reunião, ocorrida daquele ano na fronteira entre as duas Coreias. Desde então, a Casa Branca reconheceu que Pyongyang não respondeu a suas tentativas de restabelecer o diálogo. Fonte: El País

Governo Joe Biden: as polític...

Há um ano, quando Joe Biden recém emergia como o nome do Partido Democrata a enfrentar Donald Trump nas eleições pre...

10/05/2021 - destaque

Bombardeio israelense após la...

A escalada de violência durante o mês do Ramadã em Jerusalém entra nesta segunda-feira em sua jornada de maior tens...

10/05/2021 - destaque

Pelo menos 25 mortos na opera...

A polícia afirma que a operação teve como objetivo impedir a organização criminosa Comando Vermelho de recrutar ado...

06/05/2021 - destaque

Delegacias incendiadas e briga...

Um bairro marginal de Cali, cidade onde mais jovens foram mortos pelas forças de segurança, foi cercado por barricadas...

06/05/2021 - destaque

Argentina congela preço do ox...

Governo alegou que houve alteração nos preços dos produtos; medida visa evitar o tipo de crise enfrentada pela Índia...

03/05/2021 - destaque

Parlamento de El Salvador, de ...

Assembleia, dominada por partido do presidente Bukele, empreendeu neste sábado um golpe ao tribunal numa sessão que ga...

03/05/2021 - destaque

Enquanto mundo mira Índia, "e...

Nos últimos dias, boa parte do mundo desviou sua atenção para a Índia, que desponta como novo epicentro global da pa...

29/04/2021 - destaque

Biden diz que o Governo na ver...

Em seus primeiros 100 dias de mandato, o democrata impulsionou a agenda mais progressista das últimas décadas, num amb...

29/04/2021 - destaque

O que foi o massacre de armên...

O presidente americano, Joe Biden, referiu-se no sábado (24/4) ao massacre de armênios pelo Império Otomano, ocorrido...

26/04/2021 - destaque

Pedro Castillo tem o dobro das...

O professor rural soma 41%, contra 21% da líder direitista. Essa vantagem se dissolve na cidade de Lima. Três pesquis...

26/04/2021 - destaque

"A boiada passou e corre o ris...

A fala do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de que era preciso "aproveitar" a pandemia para "ir passando a boia...

22/04/2021 - destaque

China e os EUA se comprometem ...

Os dois países acertam reforçar o encaminhamento do Acordo de Paris e colaborar para promover o sucesso da cúpula vir...

22/04/2021 - destaque

Irã identifica suspeito por t...

Suspeito do crime seria um homem de 43 anos, identificado pelo Ministério de Inteligência do Irã, segundo TV estatal....

19/04/2021 - destaque

Rússia expulsa 10 diplomatas ...

Moscou não descarta a possibilidade de tomar medidas “dolorosas” contra empresas norte-americanas, mas não fecha a...

19/04/2021 - destaque

"A América perdeu": enquanto ...

Dirigir para o território controlado pelo Taleban não demora muito. A cerca de 30 minutos da cidade de Mazar-e-Sharif,...

15/04/2021 - destaque

O homem que colocou as elites ...

A mil quilômetros de Lima, montado em um cavalo e sob um chapéu de palha de aba larga, um professor de escola rural de...

15/04/2021 - destaque

Eleições no Equador: quem é...

Em sua terceira eleição presidencial, Guillermo Lasso conseguiu ampliar com sucesso sua base de eleitores para além d...

12/04/2021 - destaque

Peru ruma para disputa entre C...

O professor sindicalista vence nas regiões mais pobres contra o voto conservador na capital Lima, segundo pesquisas. O...

12/04/2021 - destaque

Merkel pede a Putin que retire...

O chanceler alemão pede ao Kremlin que desfaça o aumento militar "a fim de desacelerar" a situação no Donbass. A ch...

08/04/2021 - destaque

Estados Unidos e Irã dão o p...

Os Estados Unidos e o Irã deram o primeiro passo nesta terça-feira para salvar o acordo nuclear, que permanecia pratic...

08/04/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com