Folha Oeste




Ventos de esperança que saem dos Andes: a derrota da direita chilena

24/05/2021

Além da derrota na Constituinte, a direita também perdeu nas eleições para prefeitos em municípios como Santiago. “El derecho de vivir en paz” (Victor Jara) Vendido aos quatro ventos como exemplo do triunfo neoliberal na América Latina, o Chile mostra de forma escancarada que o verniz de pujante economia com alto nível de renda per capita começa a se desfazer. O modelo de estado subsidiário, engendrado ainda nas décadas de 1970 e 1980 pela ditadura atroz de Pinochet, que há muito já evidenciava sinais de fracasso, ruiu de vez. A alta concentração de renda e o elevado custo de vida, sobretudo nas grandes cidades, evidenciaram para os chilenos que este modelo em que se protagoniza o capital em detrimento de serviços públicos básicos à população somente favorece a uma pequena elite daquele país. ::Artigo | Chile: o berço do neoliberalismo pode enterrá-lo, por Gilberto Maringoni :: Em que pese ter sido governado durante toda a década de 1990 e boa parte dos anos 2000 por uma frente de partidos políticos de centro-esquerda, as principais heranças neoliberais do “legado Pinochet” se mantiveram na redemocratização e, até mesmo a Constituição, imposta em 1980, figura como um dos símbolos perenes daquele regime. Assim, a ausência de participação popular nas decisões estatais somada à falta de condições dignas de vida para a população, como para os trabalhadores, dada a quase ausência de leis trabalhistas, ou para estudantes de baixa renda, sem a perspectiva de um ensino público superior gratuito, ou mesmo para boa parte dos idosos, que recebem aposentadorias geridas por fundos privados inferiores a um salário mínimo, culminou no chamado “estallido social”, em 2019. :: Em eleições no Chile, independentes e esquerda são maioria; direita sai enfraquecida :: O estallido, traduzido como estalo ou surto, não foi do acaso, mas fruto de uma série de movimentações de massa que o Chile vinha vivenciando desde anos anteriores, como as revoltas estudantis entre 2011 e 2012. Como todo grande movimento de massas, é possível ver uma enorme diversificação de bandeiras levantadas nos inúmeros protestos que sacudiram o país depois de 18 de outubro de 2019. Todas elas, no entanto, caminham no sentido da necessidade de mudanças estruturais no estado e na economia chilena. A Constituinte foi uma forma de canalizar todas estas lutas populares em torno de um objetivo comum e já nasceu com um projeto que garantia a paridade de gênero entre os eleitos e eleitas e uma reserva obrigatória de vagas para os povos originários. Assim, não é à toa que a direita, tentando se segurar nos privilégios herdados pelo regime ditatorial, foi a grande derrotada de todo esse processo de criação da nova Constituição. Já no ano passado, a confluência de partidos reacionários que sustentavam a base do atual Presidente, Sebastián Piñera, pugnou pelo “Rechazo” no plebiscito pela criação da Assembleia Constituinte, perdendo de forma vexatória para o “Apruebo”. :: Cota indígena e paridade entre homens e mulheres: como foram as eleições no Chile :: Agora, na disputa pela composição desta Assembleia, ficou com menos de um terço das 155 vagas, perdendo a possibilidade de vetar as propostas apresentadas durante o processo de criação da Constituição. Além da derrota na Constituinte, a direita também perdeu nas eleições para Prefeitos em importantes Comunas (semelhantes aos municípios no Brasil), como a de Santiago, que foi vencida por uma jovem candidata feminista militante do Partido Comunista Chileno, Irací Hassler. Os primeiros passos para a derrocada do neoliberalismo naquele que já foi falsamente vendido como “modelo” para os demais países latino-americanos foram dados, algo que há alguns anos parecia impossível, inclusive com a esquerda na Presidência. Agora, resta aos integrantes dos blocos de esquerda e aos independentes eleitos unirem forças para conseguir enterrar de vez o modelo socioeconômico gerido no regime militar. Que os ventos desta nova era chilena tragam forças para os partidos e movimentos populares que resistem aos avanços neoliberais autoritários do atual governo brasileiro! Fonte: Brasil de Fato

Nicarágua: Continua a repress...

Os EUA impõem sanções às autoridades nicaraguenses após a prisão de quatro potenciais desafiadores do presidente D...

10/06/2021 - destaque

Últimas notícias das eleiç...

Candidato obteve 50,19% dos votos contra 49,80% de Keiko Fujimori, que acusa adversário de fraude e pede recontagem, o ...

10/06/2021 - destaque

Esquerdista Pedro Castillo sai...

Os candidatos lutam pela presidência voto por voto. Com mais de 95% de apuração, ajuda do eleitorado rural faz profes...

07/06/2021 - destaque

Por que assédio de médico br...

A detenção de um médico brasileiro no Cairo, investigado por assediar uma vendedora em loja de papiros, ganhou manche...

07/06/2021 - destaque

México: partido de Lopez Obra...

As eleições de meio de mandato decidirão se o partido de esquerda Morena, do presidente mexicano, manterá a maioria ...

03/06/2021 - destaque

Parlamento de Israel elege Isa...

Ele derrotou a candidata rival Miriam Peretz e assumirá a presidência em julho. O Parlamento de Israel elegeu nesta q...

03/06/2021 - destaque

Chefe de direitos da ONU pede ...

A declaração apontou relatos de que 14 pessoas morreram desde sexta-feira em meio a enormes protestos antigovernamenta...

31/05/2021 - destaque

Após queda de natalidade, Chi...

Nova flexibilização das políticas de planejamento familiar foi anunciada nesta segunda-feira (31) pela imprensa estat...

31/05/2021 - destaque

Um mês depois, a Colômbia co...

Os manifestantes planejam uma greve nacional na sexta-feira, conforme suas demandas crescem e as negociações com o gov...

27/05/2021 - destaque

China diz que os EUA "usam a p...

Governo chinês critica norte-americanos por seguirem com a teoria de que a Covid-19 teria sido criada em laboratório. ...

27/05/2021 - destaque

Ventos de esperança que saem ...

Além da derrota na Constituinte, a direita também perdeu nas eleições para prefeitos em municípios como Santiago. ...

24/05/2021 - destaque

Venezuela anuncia chegada de 1...

O anúncio chega no momento em que a Venezuela, atolada em uma crise econômica, enfrenta uma segunda onda de casos de C...

24/05/2021 - destaque

Presidente do Irã diz que Est...

Sanções nos setores de petróleo, bancos e remessas foram reativadas após Trump romper acordo nuclear em 2018. O pre...

20/05/2021 - destaque

Israel e grupos palestinos ini...

O governo de Israel e grupos armados palestinos atuando em Gaza confirmaram nesta quinta-feira (20/05) ter aceitado um c...

20/05/2021 - destaque

Em eleições no Chile, indepe...

Resultado indica grande derrota do governo de Sebastián Piñera; setores progressistas vão redatar a nova Constituiç...

17/05/2021 - destaque

Israel tenta silenciar e confu...

Bombardeio de edifícios que abrigavam sucursais no território palestino se soma a um balão de ensaio sobre uma “ope...

17/05/2021 - destaque

O que se sabe até agora sobre...

Gaza e cidades israelenses populosas se tornaram alvos da escalada de violência na região; dezenas de pessoas morreram...

13/05/2021 - destaque

Racismo e classismo, uma ferid...

O confronto entre homens armados e grupos indígenas em Cali colocou em cena uma violência histórica que o país ainda...

13/05/2021 - destaque

Governo Joe Biden: as polític...

Há um ano, quando Joe Biden recém emergia como o nome do Partido Democrata a enfrentar Donald Trump nas eleições pre...

10/05/2021 - destaque

Bombardeio israelense após la...

A escalada de violência durante o mês do Ramadã em Jerusalém entra nesta segunda-feira em sua jornada de maior tens...

10/05/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com