Folha Oeste




Cuba vive maiores protestos contra o Governo desde os anos noventa

12/07/2021

Milhares de pessoas foram às ruas protestar contra o Governo cubano, impulsionadas pela grave crise sanitária, econômica e de abastecimento que a ilha, agravada pela pandemia de covid-19. As ruas de Havana e várias cidades de Cuba enfrentaram as maiores manifestações contra o Governo desde o maleconazo de 1994, os protestos massivos na capital cubana que marcaram a década de noventa. Mais uma vez, o estopim para a manifestação deste domingo ―em que participaram milhares de pessoas em todo o país e que resultou em centenas de detidos―, foi a grave escassez e miséria sofrida pelos habitantes da ilha, agravadas pelos efeitos da pandemia de covid-19. Gritos de “liberdade” e “abaixo a ditadura” puderam ser ouvidos na Havana Velha, coração da capital do país, e em outras partes de Cuba, amplificados pelas redes sociais, que nos últimos meses têm abalado o cenário político cubano. Segundo depoimentos de jornalistas locais, vídeos e imagens difundidas nas redes sociais, centenas de cubanos saíram às ruas neste domingo por volta do meio-dia gritando “Liberdade, liberdade” e “Abaixo a ditadura” nos dois municípios, e rapidamente circulou o rumor de que outras cidades do interior do país começavam a aderir ao protesto. O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel fez um pronunciamento imediato na televisão, culpando os Estados Unidos e sua política de sanções pela piora da situação econômica e por incentivar os protestos. “Convocamos todos os revolucionários, todos os comunistas para que saiam às ruas e vão aos lugares onde acontecerão essas provocações”, disse. A faísca dos protestos começou no domingo na pequena cidade de San Antonio de los Baños, em Havana, onde centenas de pessoas saíram às ruas para protestar contra os longos apagões de eletricidade e exigir que as autoridades as vacinassem contra a covid-19. Logo depois, no entanto, suas demandas se transformaram em gritos por “liberdade” e demandas por mudanças políticas. O protesto chegou ao Facebook em poucos minutos e foi transmitido ao vivo, gerando convocatórias para mais manifestações nas redes. Díaz-Canel foi a San Antonio de los Baños ao meio-dia e percorreu a cidade, falou sobre a difícil situação epidemiológica no país e os esforços do Governo para resolvê-la. Nos últimos dias, os casos positivos de covid-19 e os mortos pela pandemia se multiplicaram exponencialmente, colocando províncias como Matanzas à beira do colapso da saúde. Neste sábado a ilha registrou pelo terceiro dia consecutivo o maior número de novos casos e de mortos por covid-19: 6.923 infecções e 47 óbitos. O presidente cubano advertiu que se “há pessoas com legítima insatisfação com a situação em que vivem e também revolucionários confusos”, ao mesmo tempo “há oportunistas, contra-revolucionários e mercenários pagos pelo governo dos Estados Unidos para organizar este tipo de manifestações”. Foi então que afirmou que “não serão permitidas provocações” e pronunciou a famosa frase que era um mantra de Fidel Castro: “A rua é dos revolucionários”. “Aqui nenhum verme ou contra-revolucionário tomará ruas”, disse ele, e instou a parar “as campanhas da mídia” e que “o povo não se permita ser provocado”. Em outras palavras, os fiéis vão às ruas para lutar contra os protestos. Logo surgiram na Internet notícias de manifestações simultâneas na cidade de Palma Soriano, em Santiago de Cuba, em Alquízar e em outros lugares, algo absolutamente inédito no país, e também houve uma chamada em frente ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT), no bairro do Vedado da capital, por alguns integrantes do 27-N, grupo de artistas que no final do ano passado se manifestou em frente ao Ministério da Cultura pedindo liberdade de expressão e o fim do assédio à oposição e criadores dissidentes. A manifestação do ICRT, da qual participaram dezenas de pessoas, produziu uma contramanifestação que culminou num ato de repúdio e detenção de todos os protestantes. Fonte: El País

Oposição da Nicarágua indic...

Grupos de direitos humanos acusam o presidente Daniel Ortega de reprimir oponentes em potencial antes da votação de no...

29/07/2021 - destaque

PF faz operação após BBC re...

A operação, batizada de AMAZONIA.COM, mirou pessoas que, por meio de anúncios no Facebook, tentavam vender lotes que ...

29/07/2021 - destaque

Pequim diz que EUA tratam Chin...

Em reunião entre diplomatas, o vice-ministro das Relações Exteriores da China, Xie Feng, afirmou que governo norte-am...

26/07/2021 - destaque

Oposição do Peru vai liderar...

Na véspera da posse de Pedro Castillo, ele e seu partido Peru Livre sofrem um golpe político. Uma aliança liderada p...

26/07/2021 - destaque

Autoridades colombianas dizem ...

As autoridades dizem que prenderam 10 ex-rebeldes colombianos das FARC baseados na Venezuela, responsáveis ​​por do...

22/07/2021 - destaque

EUA impõem sanções a oficia...

Medida marca os primeiros passos concretos do governo Biden para pressionar o governo cubano. Os Estados Unidos impuser...

22/07/2021 - destaque

Keiko Fujimori admite derrota ...

A autoridade eleitoral do Peru informou nesta segunda-feira que anunciará o vencedor da eleição nesta semana. A cand...

19/07/2021 - destaque

Primeiro-ministro do Haiti, Cl...

Ariel Henry, que havia sido nomeado pelo presidente Jovenel Moïse dois dias antes do assassinato, assumirá a lideranç...

19/07/2021 - destaque

Biden recebe Merkel na Casa Br...

Os dois países são aliados essenciais da OTAN, mas se chocam a respeito de temas polêmicos, como o duto Nord Stream 2...

15/07/2021 - destaque

Alguns acusados ​​de assas...

O Pentágono disse que alguns dos ex-soldados colombianos acusados ​​do assassinato do presidente do Haiti, Jovenel ...

15/07/2021 - destaque

Ex-informante da agência de d...

WASHINGTON, 12 de julho (Reuters) - Um dos haitianos americanos presos sob suspeita de participar do assassinato do pres...

12/07/2021 - destaque

Cuba vive maiores protestos co...

Milhares de pessoas foram às ruas protestar contra o Governo cubano, impulsionadas pela grave crise sanitária, econôm...

12/07/2021 - destaque

Polícia do Haiti mata quatro ...

Governo anuncia a detenção de outros dois “mercenários” e a liberação de três policiais que haviam sido tomado...

08/07/2021 - destaque

Tiroteios entre gangues e pol...

CARACAS, 8 de julho (Reuters) - As autoridades venezuelanas fecharam estradas no noroeste de Caracas na quinta-feira dev...

08/07/2021 - destaque

Governo do Peru rejeita apelo ...

LIMA, 3 de julho (Reuters) - O governo do Peru rejeitou na noite de sexta-feira um pedido da candidata presidencial Keik...

05/07/2021 - destaque

Venezuela prende um grupo de a...

ONG Fundaredes denunciou a presença de grupos guerrilheiros colombianos que operam com liberdade nas zonas fronteiriça...

05/07/2021 - destaque

Bukele, de El Salvador, quer a...

SAN SALVADOR, 1 de julho (Reuters) - O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, solicitou na quinta-feira um aumento do ...

01/07/2021 - destaque

Em exibição de poder pelo ce...

“O tempo em que o povo chinês podia ser pisoteado, em que sofria e era oprimido terminou para sempre”, afirmou o pr...

01/07/2021 - destaque

Irã tem drones com alcance de...

Comandante da Guarda revolucionária informou sobre equipamentos, capaz de voar sobre aliados dos EUA como a Arábia Sau...

28/06/2021 - destaque

Pouco a comemorar na América ...

No Dia do Orgulho Gay, entidades lembram que entre 2014 e 2020 pelo menos 3.514 pessoas LGBTQIA+ foram assassinadas na r...

28/06/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com