Folha Oeste
testOposição venezuelana anuncia lista de unidade para enfrentar chavismo nas eleições regionais de




Oposição venezuelana anuncia lista de unidade para enfrentar chavismo nas eleições regionais de

02/09/2021
Compartilhar

Os partidos que se opõem a Nicolás Maduro abandonam o boicote eleitoral e reavivam a plataforma que, em 2015, obteve a maioria no Parlamento. A oposição venezuelana confirmou nesta terça-feira que participará das eleições regionais que serão realizadas em 21 de novembro e que o fará unida em uma lista única. Os partidos que se opõem ao Governo de Nicolás Maduro deliberaram a estratégia até o limite de inscrições de candidatos a 23 governadores e 335 prefeitos, além de vereadores e deputados. De acordo com um comunicado lido na sede de Caracas do partido Um Novo Tempo, juntamente com representantes de todos os partidos da coligação de oposição, o fim do boicote eleitoral tem sido “um difícil processo de deliberação interna que contou com a participação de líderes locais, regionais e nacionais“. “Estamos comovidos com a difícil situação que atravessa nosso país, com o senso de urgência em encontrar soluções permanentes para nossos sofrimentos e com o propósito de fortalecer a unidade”, diz o texto. A vontade de diferentes lideranças de participar das eleições convocadas pelo Governo era um fato conhecido. O dilema era a participação em um único bloco, o que sugere um cenário melhor para a oposição nas eleições. Na entrevista coletiva, que foi adiada várias vezes, eles apresentaram seus argumentos. “Sabemos que essas eleições não serão justas ou convencionais. A ditadura impôs graves obstáculos que colocam em risco a expressão de mudança do povo venezuelano“, afirma o comunicado. “Entendemos que serão um campo de batalha útil para fortalecer a cidadania e promover a verdadeira solução para a grave crise em nosso país: eleições presidenciais e legislativas livres. Vamos nos organizar, nos mobilizar e nos fortalecer na unidade a serviço da reinstitucionalização democrática da Venezuela.“ O veterano Henri Ramos Allup, secretário-geral da Ação Democrática tomou a voz e indicou que participarão juntos na cédula com a Mesa da Unidade Democrática, que foi novamente autorizada pelo Governo no âmbito das negociações políticas iniciadas neste ano. Ramos Allup fez questão de denunciar que ainda existem partidos políticos que continuam interditados judicialmente e com suas direções impedidas, como o seu. Embora a oposição ainda esteja definindo os nomes dos candidatos, o dirigente garantiu que foram escolhidas lideranças locais e lideranças da sociedade civil, não apenas dos partidos. Sobre a mudança de estratégia, Ramos Allup destacou: “Se em um determinado momento a conveniência nacional é participar, você participa. A política não tem dogmas, mas deve-se à interpretação da realidade em um determinado momento“. A oposição venezuelana deixa para trás o abstencionismo com que denuncia a falta de transparência nas eleições na Venezuela desde 2017. O faz com um novo árbitro eleitoral, que pela primeira vez incorpora dois reitores não aliados do chavismo, e em meio a uma mesa de diálogo instalada no México que criou melhores condições de participação. As mudanças mais evidentes, por ora, são o maior escrutínio nas pré-auditorias do sistema eleitoral e do cadastro eleitoral e —o mais importante— o levantamento do veto na cédula da Mesa da Unidade Democrática. Para lá convergem os partidos da oposição vencedores das eleições legislativas de 2015. O Governo bloqueou judicialmente a plataforma em 2018, para apaziguar a competição nas eleições presidenciais em que Nicolás Maduro foi reeleito. O chavismo prometeu rever agora algumas desqualificações políticas e eliminar a figura dos “protetores”, que o Governo impôs aos cargos conquistados pela oposição. Também está por definir o possível acompanhamento de uma missão da União Europeia durante o evento eleitoral. Fonte: El País

Chefe do Estado Islâmico no G...

Adnan Abou Walid al Sahraoui foi responsável por ataques mortais contra civis e forças de segurança no Níger, Mali e...

16/09/2021 - destaque

China acusa EUA, Reino Unido e...

Pequim adverte que o acordo, que visa a conter o crescente poderio militar chinês na região do Indo-Pacífico, prejudi...

16/09/2021 - destaque

Defensores ambientais mortos e...

Três quartos dos assassinatos de 2020 ocorreram na América Latina, diz o relatório da Global Witness, com a Colômbia...

13/09/2021 - destaque

Colômbia volta ser o país ma...

Sessenta e cinco dos 227 assassinatos de ambientalistas registrados em todo o mundo em 2020 ocorreram no país andino, d...

13/09/2021 - destaque

Cúpula do BRICS: Afeganistão...

pandemia COVID-19, a segurança e o Afeganistão provavelmente dominarão as conversas na cúpula virtual do BRICS dest...

09/09/2021 - destaque

Aeroporto de Cabul tem primeir...

Voo com cerca de 200 estrangeiros partiu do aeroporto Hamid Karzai, em Cabul, nesta quinta-feira (9); decolagem foi poss...

09/09/2021 - destaque

Seis palestinos escapam da pri...

A polícia israelense lança uma busca depois que seis palestinos conseguiram escapar da prisão de Gilboa durante a noi...

06/09/2021 - destaque

Talibã proclama vitória em P...

É a primeira vez que o vale sucumbe ao controle de uma milícia alheia à região. Os talibãs anunciaram nesta segund...

06/09/2021 - destaque

Oposição venezuelana anuncia...

Os partidos que se opõem a Nicolás Maduro abandonam o boicote eleitoral e reavivam a plataforma que, em 2015, obteve a...

02/09/2021 - destaque

OPEP + deve manter alta de pro...

Os mercados de petróleo vacilaram no início deste mês, com o ressurgimento da pandemia ameaçando a demanda na China ...

30/08/2021 - destaque

Estados Unidos anunciam fim da...

De acordo com o Pentágono, mais de 123 mil pessoas foram resgatadas durante o processo. Os Estados Unidos anunciaram, n...

30/08/2021 - destaque

Crise no Afeganistão: o que ...

O Isis-K, sigla em inglês para Estado Islâmico da Província de Khorasan, é um braço regional do Estado Islâmico (c...

26/08/2021 - destaque

Dezenas de civis, pelo menos 1...

26 de agosto (Reuters) - O Estado Islâmico atingiu os portões lotados do aeroporto de Cabul em um ataque suicida na qu...

26/08/2021 - destaque

Riqueza mineral do Afeganistã...

Ao tomar o poder político no Afeganistão após a partida dos EUA, o grupo radical islâmico Talebã passou a deter tam...

23/08/2021 - destaque

Talibã não estenderá prazo ...

Segundo fontes ouvidas pela agência Reuters, no entanto, nenhum governo ou autoridade ocidental abordou o grupo islâmi...

23/08/2021 - destaque

Terremoto no Haiti: "Estamos a...

O Haiti vive dias desoladores. Depois que um terremoto atingiu a ilha caribenha no último sábado (14/08) — deixando ...

19/08/2021 - destaque

Milhares de afegãos protestam...

Sequência das manifestações em diferentes cidades do Afeganistão registra várias mortes, apesar de algumas concess...

19/08/2021 - destaque

Julho foi o mês mais quente j...

O alerta da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional ocorre no momento em que a ONU soa o alarme sobre a mudan...

16/08/2021 - destaque

Milhares de afegãos tentam fu...

Desespero com a volta dos talibãs ao poder causa tumulto em aeroporto. Pelo menos cinco pessoas morreram tentando pegar...

16/08/2021 - destaque

Talibã pode tomar capital do ...

Cabul pode ser isolada em 30 dias e dominada em 90 dias, segundo um oficial de defesa dos Estados Unidos. Os combatente...

12/08/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com