Folha Oeste
testChina nega teste com arma nuclear; entenda por que episódio deixou mundo em alerta




China nega teste com arma nuclear; entenda por que episódio deixou mundo em alerta

18/10/2021
Compartilhar

A China negou nesta segunda-feira (18/10) relatos de que tenha testado um míssil hipersônico com capacidade nuclear no meio deste ano, afirmando que os testes feitos em julho eram uma verificação de rotina em uma aeronave. Uma reportagem do jornal Financial Times sobre os testes havia gerado preocupação em Washington, onde as agências de inteligência foram pegas de surpresa. Os mísseis hipersônicos são muito mais rápidos e ágeis do que os normais, o que faz com que sejam mais difíceis de se interceptar. O relato sobre o suposto míssil nuclear hipersônico surgiu em um momento em que a preocupação com as capacidades nucleares da China vem aumentando. O governo chinês fez uma coletiva de imprensa nesta segunda para tratar da questão. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, disse que um teste de rotina foi realizado em julho para verificar diferentes tipos de tecnologia de naves espaciais reutilizáveis. "Não era um míssil, era uma espaçonave", disse Zhao. "Os testes são muito importantes para reduzir o custo de espaçonaves." Zhao acrescentou que muitos países realizaram testes semelhantes no passado. Quando questionado se a reportagem do Financial Times estava incorreta, ele respondeu que sim. A reportagem, publicada no sábado, citou cinco fontes não identificadas que disseram que um míssil hipersônico foi lançado no meio do ano. Ele teria navegado em órbita baixa antes de descer e errar por pouco seu alvo, segundo as fontes citadas na reportagem. "O teste mostrou que a China fez um progresso surpreendente em armas hipersônicas e estava muito mais avançada do que as autoridades americanas imaginam", dizia o texto do Financial Times. Após a publicação, o congressista americano Mike Gallagher disse que o episódio deveria servir como "chamado à ação" para os EUA. Gallagher, que é republicano e membro do Comitê de Forças Armadas da Câmara, disse que se Washington mantiver sua abordagem atual, "perderá uma nova Guerra Fria com a China em dez anos". As relações entre os EUA e a China estão tensas, com Pequim acusando o governo do presidente Joe Biden de ser hostil. Outros países ocidentais também expressaram preocupação com as recentes demonstrações de poder militar da China. Michael Shoebridge, diretor de defesa, estratégia e segurança nacional do Australian Strategic Policy Institute, diz que o suposto teste de míssil hipersônico se encaixaria em uma tendência de aumento de "armas nucleares e outras armas de ataque" por parte de Pequim. "Não acho que seja mais significativo do que os crescentes silos de mísseis da China, suas armas nucleares de lançamento aéreo ou novas armas nucleares submarinas", diz ele. "É algo que se encaixaria em um padrão de aumento de capacidade nuclear [sem] transparência sobre isso." "Transparência é um conceito estranho para os pensadores estratégicos de Pequim", diz ele. A China, os EUA, a Rússia e pelo menos cinco outros países estão trabalhando na tecnologia de mísseis hipersônicos. Eles podem voar a mais de cinco vezes a velocidade do som e podem lançar uma ogiva nuclear. No mês passado, a Coreia do Norte disse que testou com sucesso um novo míssil hipersônico. Em julho, a Rússia fez um anúncio semelhante e disse que seu míssil havia sido lançado de uma fragata no Mar Branco, na costa noroeste da Rússia. Fonte: CNN

As recentes eleições na Vene...

O chefe da missão de observação da UE disse que embora as "melhores condições" tenham marcado a votação do fim de...

25/11/2021 - destaque

Social-democratas, verdes e li...

A coalizão tripartite que põe fim à era Merkel tomará posse na segunda semana de dezembro. A Alemanha terá um novo...

25/11/2021 - destaque

Extrema-direita e esquerda vã...

O Chile realizou neste domingo (21) as eleições mais polarizadas e incertas de sua história recente, que escolherão ...

22/11/2021 - destaque

O chavismo aumenta seu poder t...

Oposição elege apenas três governadores, um resultado pior que nas questionadas eleições de 2017, quando venceu em ...

22/11/2021 - destaque

General dos EUA diz que míssi...

Velocidade com que chineses desenvolveram o sistema surpreendeu as autoridades de segurança nacional americanas. Um te...

18/11/2021 - destaque

União Europeia planeja veto a...

Proposta afeta soja, cacau e café, entre outros. Organização dedicada à defesa das florestas menciona o Brasil ao cr...

18/11/2021 - destaque

Em demonstração de força, T...

Após assumir o poder, Talibã obteve as armas fornecidas pelos EUA ao governo do Afeganistão. As forças do Talibã re...

15/11/2021 - destaque

Eleições atípicas dão um a...

Os venezuelanos votam no próximo domingo em meio a uma leve melhora gerada pela dolarização e à tentativa da oposiç...

15/11/2021 - destaque

Os EUA conclamam os houthis do...

A maioria dos detidos foi libertada, mas os rebeldes iemenitas continuam detendo um número não especificado de funcion...

11/11/2021 - destaque

Partido Comunista chinês elev...

Atual dirigente conseguiu “feitos históricos” e transformou o país “em uma nação forte”, segundo a resoluç...

11/11/2021 - destaque

“Estamos cavando nossa próp...

António Guterres pediu “ambição máxima” dos líderes mundiais para que os compromissos estabelecidos na cúpula ...

01/11/2021 - destaque

Direita chilena trava guerra c...

A três semanas das presidenciais no Chile, líderes do setor abandonam o candidato governista para apoiar José Antonio...

01/11/2021 - destaque

Brasil é 4º no mundo em rank...

Na COP 26, a próxima conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, o Brasil pretende enfatizar o argume...

28/10/2021 - destaque

ONU diz que países devem dobr...

Segundo a organização, programas atuais conduzem a um aquecimento de 2,7 graus. A entidade critica o fato de que menos...

28/10/2021 - destaque

Determinada a manter Taiwan is...

Aprovação de resolução em 1971 ajudou a moldar ascensão de Pequim como potência mundial e a concedeu-lhe amplo pod...

25/10/2021 - destaque

Esquerda latino-americana se r...

Ex-presidente boliviano Evo Morales inaugura um seminário do Partido do Trabalho, dois anos depois de ser derrubado: ...

25/10/2021 - destaque

Líder de gangue do Haiti amea...

As autoridades disseram que a quadrilha de 400 Mawozo está exigindo US $ 1 milhão por refém em resgate para libertar ...

21/10/2021 - destaque

A estratégica rede de portos ...

O porto de Pireus, na Grécia, considerado a grande porta de entrada dos produtos asiáticos na Europa, é um dos exempl...

21/10/2021 - destaque

China nega teste com arma nucl...

A China negou nesta segunda-feira (18/10) relatos de que tenha testado um míssil hipersônico com capacidade nuclear no...

18/10/2021 - destaque

Alex Saab, suposto testa de fe...

O empresário colombiano, apontado como operador financeiro do Governo da Venezuela, partiu neste sábado num avião nor...

18/10/2021 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com