Folha Oeste




Ligado a Nicolás Maduro, supremo da Venezuela pede suspensão da imunidade de Juan Guaidó

02/04/2019

O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) da Venezuela pediu nesta segunda-feira (1º) que a Assembleia Constituinte suspenda a imunidade do autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó. Os dois órgãos são controlados pelo regime de Nicolás Maduro. Caso a decisão seja acatada, Guaidó passará a se submeter à Justiça comum venezuelana. A corte tomou a decisão ao considerar que o líder da oposição – que também preside a Assembleia Nacional, de maioria oposicionista – infringiu a proibição de sair do país imposta sobre ele em janeiro pelo regime de Maduro. Na ocasião, o TSJ abriu investigação contra Guaidó por "usurpar" as funções de Nicolás Maduro na Presidência do país e, então, o proibiu de deixar a Venezuela. No entanto, em meio à crise na entrega de ajuda humanitária em fevereiro, Guaidó deixou o país mesmo sob proibição do governo Maduro. Ele visitou vários países da região, e voltou em 4 de março pelo aeroporto internacional de Maiquetía, perto de Caracas. Mesmo com o enfrentamento à proibição imposta por Maduro, o regime chavista não retaliou diretamente o líder oposicionista. De acordo com a agência France Presse, porém, o TSJ ratificou a proibição a Guaidó de sair da Venezuela, assim como o bloqueio das contas bancárias e o impedimento para alienar e taxar bens de sua propriedade. A medida abre o caminho para um eventual julgamento comum de Guaidó, acusado por Maduro de planejar um atentado contra ele. Guaidó ainda foi inabilitado pela Controladoria para exercer cargos públicos durante 15 anos. Ele não reconheceu a decisão por considerar que o controlador foi designado pela Assembleia Constituinte, chavista, a qual o oposicionista considera ilegítima. O organismo decidiu "desativar o exercício de qualquer cargo público do cidadão (Juan Guaidó) pelo prazo máximo estabelecido na lei", declarou o controlador do governo, Elvis Amoroso, por meio da televisão estatal. "Ele fez 91 viagens ao exterior sem a autorização da Assembleia Nacional por um montante de 570 milhões de bolívares que ele não pode justificar com seu salário como funcionário público", disse Amoroso durante uma entrevista coletiva, noticiada pelo jornal local "El Nacional". De acordo com Amoroso, há inconsistências nas declarações financeiras de Guaidó e se presume que ele "falsificou dados de sua declaração e recebeu dinheiro de instâncias internacionais sem notificar".

Além do 'cocô': o que mais d...

Em sua visita à cidade de Parnaíba (PI), para inaugurar uma escola com seu nome, o presidente Jair Bolsonaro chamou a ...

14/08/2019 - destaque

Associação Brasileira de Imp...

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) realizou, na noite desta terça-feira (30), um ato em solidariedade ao jorna...

31/07/2019 - destaque

Quem não informa paradeiro de...

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal (MPF), afirmou nesta ter...

30/07/2019 - destaque

Novos diálogos revelam que Mo...

As manifestações do último dia 30 tiveram como principal objetivo a defesa de Sergio Moro. Em Brasília, um enorme bo...

05/07/2019 - destaque

Justiça do RJ autoriza quebra...

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), fi...

14/05/2019 - destaque

Juíza expede mandado de pris...

A juíza Caroline Figueiredo expediu mandado de prisão contra o ex-presidente Michel Temer (MDB), no início da tarde d...

09/05/2019 - destaque

Petrobras eleva preço médio ...

A Petrobras anunciou, na noite desta sexta-feira (3), elevação média de 2,56% nos preços do diesel comercializado na...

06/05/2019 - destaque

Bombeiros de MG chegam a Moça...

Os 20 militares do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, acompanhados de 20 homens da Força Nacional Brasileira (...

02/04/2019 - destaque

Polícia prende em BH vereador...

A Polícia Civil de Minas prendeu nesta terça-feira, 2, o vereador de Belo Horizonte Claudio Donizete Duarte (PSL), o C...

02/04/2019 - destaque

Ligado a Nicolás Maduro, supr...

O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) da Venezuela pediu nesta segunda-feira (1º) que a Assembleia Constituinte suspenda...

02/04/2019 - destaque

Bolsonaro define idades mínim...

O presidente Jair Bolsonaro decidiu nesta quinta-feira (14) que a nova reforma previdenciária estabelecerá idades mín...

14/02/2019 - destaque

Obras alteram circulação dos...

Não haverá serviços no domingo de manhã devido ao segundo dia da prova do Enem Neste final de semana (10 e 11/11...

09/11/2018 - destaque

Ecoponto chega à zona Norte...

Osasco conta com mais um espaço de descarte irregular de resíduos. Na sexta-feira, 9/11, a secretaria de Meio Ambiente...

09/11/2018 - destaque

Pesquisa Ibope para presidente...

Uma nova pesquisa Ibope de intenção de voto para presidente foi divulgada nesta quarta-feira (26). O levantamento foi ...

26/09/2018 - destaque

Ibope: Haddad cresce em todos ...

Com o aval do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a oficialização como cabeça da chapa presidencial do PT, Fer...

19/09/2018 - destaque

Ex-governador Beto Richa é pr...

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso nesta terça-feira (11), em Curitiba. Ele é candidato ao Senado....

11/09/2018 - destaque

Bolsonaro é esfaqueado durant...

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) teve a agenda interrompida nesta quinta-feira (6/9) em Ju...

06/09/2018 - destaque

Fachin vai analisar pedido de ...

Fachin vai analisar pedido de Lula para manter candidatura Destacamos hoje o desenrolar dos recursos do ex-presidente L...

06/09/2018 - destaque

Denunciados por fraudes Robert...

Roberto Jefferson, Cristiane Brasil e Paulinho da Força estão entre os 26 denunciados por fraudes Procuradoria-geral d...

28/08/2018 - destaque

Jor. Zé Roberto faz balanço ...

Folha Oeste Boa tarde a todos os amigos e amigas do Face, vamos fazer uma transmissão ao vivo. Eu jornalista Zé Rober...

17/08/2018 - destaque

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com